Você está utilizando um navegado desatualizado. Atualize seu navegador para melhorar sua experiência.

Avançar para conteúdos

Como surgiu o Natal? Descubra as origens da comemoração!

20.08.2019

Quais os significados do Natal desde que surgiu?

Sempre que o final de ano começa a despontar no calendário, ouvimos expressões como: “Já estamos quase no Natal” ou “O ano passou muito rápido, daqui há alguns dias já é Natal”.

Esse tipo de comentário é muito comum, justamente porque o Natal é uma referência cronológica conhecida no mundo todo. E não poderia ser diferente, certo? Afinal, essa é uma comemoração importantíssima em âmbito comercial, cultural e, principalmente, religioso.

As ruas ganham iluminação nova, as lojas enfeitam suas vitrines, o comércio fica em polvorosa a espera de clientes em busca de presentes. Os preparativos são inúmeros e dos mais variados. Tem gente que planeja a ceia semanas antes do dia 25, outras pessoas preferem gastar mais tempo enfeitando a casa, colocando guirlandas e elfos pelo jardim.

São tantas tradições e — por que não dizer — superstições, que muita gente acaba se esquecendo dos verdadeiros significados do Natal, sua origem e suas inúmeras simbologias.

Portanto, vamos percorrer a história e relembrar um pouquinho do surgimento dessa festa, que é a comemoração mais antiga da história do cristianismo no mundo.

O Natal surgiu com o nascimento de Jesus?

Embora nós, brasileiros, tenhamos o nascimento de Jesus como a principal motivação para a comemoração do Natal, as celebrações dessa festa se iniciaram muito antes de termos o bom menino de Nazaré entre nós.

Cerca de sete mil anos antes de Cristo, as antigas civilizações tinham outros motivos para celebrar. E um dos maiores e mais importantes eventos para eles, naquela época, era o solstício de inverno.

Em um tempo em que o homem estava começando a compreender e distinguir os efeitos do dia e da noite, da luz e das trevas — principalmente no que tange à agricultura — era muito pertinente comemorar a noite mais longa do inverno, que acontecia no final de dezembro.

Esse evento era muito festejado, pois, ao findar dessa noite comprida de inverno, o sol começaria a aparecer mais no céu, tornando-se cada dia mais presente, até a chegada do ponto máximo do verão. Ou seja, a data significava o fim das trevas e o retorno da luz do sol, o fim da fome e a volta das lavouras fartas.

Com o passar dos anos, essa comemoração começou a ser destinada a diferentes deuses. O deus Mitra, representante do Sol, era o grande homenageado pelos persas e romanos.

Mas, os deuses cultuados eram diversos, em diferentes civilizações. Na China, por exemplo, as comemorações giravam em torno de yin-yang e na Grécia, o deus do vinho, Dionísio, era o destinatário dos cultos e ações de graças pelo solstício

Por que comemoramos o Natal no dia 25 de dezembro?

decoração e natal

Que o final do mês de dezembro já era uma época muito simbólica e festiva em várias partes do mundo, mesmo antes do nascimento de Jesus Cristo, é fato. Mas, em Roma, no século quatro, algo aconteceu que mudou a história a partir dali.

Estamos falando do Cristianismo, que, na época, estava prestes a se tornar a religião oficial do Império Romano. A Igreja Católica Apostólica Romana precisava encontrar alguma celebração para contrapor as festividades dedicadas ao Solstício de Inverno.
 
Isso acontecia, pois os planos da igreja eram grandiosos. Planejavam evangelizar toda a nação - e as festas do solstício com certeza não facilitavam esse processo, na verdade, eram um grande problema.
 
Foi então que o historiador Sextus Julius Africanus sugeriu para a Igreja que definissem a data do dia 25 de dezembro como o dia das comemorações do nascimento de Cristo, desviando a atenção dos romanos de Mitra para Cristo.

A imagem de Jesus, para os cristãos, também representa o fim das trevas, o reinado da luz. Jesus é considerado, no cristianismo, aquele que sacia a fome. Portanto, não foi muito difícil para a igreja alterar o homenageado da festa.

Como o dia 25 de dezembro se espalhou pelo mundo como o dia de Natal?

Uma das maiores características da Igreja Católica no mundo sempre foi seu caráter missionário. Durante anos — chegando aos dias atuais — ela tem sido uma Igreja que viaja pelo mundo inteiro levando o Evangelho de Cristo e espalhando boas obras.
 
Juntamente com seus sermões e dogmas, a igreja também carrega sua tradição e história. Foi assim que, durante a Idade Média, ela espalhou o Natal romano por vários lugares do mundo.
Durante muito tempo essa disseminação foi uma via de mão dupla. Enquanto dissipava as tradições cristãs, colhia traços das diferentes culturas e comemorações do solstício.

Dessa forma, muitos símbolos foram incorporados ao Natal. Diversas tradições como: as guirlandas, os elfos, a árvore de Natal, o papai Noel e até mesmo o “espírito do Natal”, foram inspiradas em outras religiões e integradas ao rito Natalino.

E agora? Qual o verdadeiro sentido do Natal?

casa decorada para o natal

No Brasil, temos uma cultura predominantemente cristã. Por isso, o sentido do Natal por aqui é justamente de renascimento. Recomeço. Um tempo de deixar as rixas de lado, dar uma trégua nos problemas e acreditar em uma verdadeira “volta da luz”.

No final das contas, o significado dessa data é o mesmo em todas as culturas. Ainda que sejam celebradas por religiões diferentes, a ideia é sempre "deixar o velho para trás e apostar em um futuro melhor". 
 
A alternativa mais viável é dar o seu melhor no Natal. Ressignificar seus novos ciclos, curtir com a família e comemorar os recomeços. Não é mesmo?
E aí, gostou de descobrir a verdadeira origem do Natal? Que tal continuar conhecendo sobre essa festa tão querida por todos? Você sabe como o Papai Noel surgiu nessa tradição e de onde veio a ideia de enfeitar uma árvore, colocar no meio da sala e dar a ela o nome de árvore de Natal?
Tudo isso você pode descobrir aqui no blog do Elfi Santa. Aliás, por aqui é sempre Natal. Vem comemorar com a gente!
Criar mensagem
Leve alegria
Este website utiliza Cookies. Mais›. O uso deste site constitui um acordo quanto ao registro ou uso. Para alterar as preferência de cookies, mude as configurações do seu navegador.
Inscreva-se para receber um desconto na Elfi
Endereço de e-mail incorreto
Ops! Seu endereço de e-mail já consta em nosso banco de dados.
Desculpe, ocorreu um erro.
Newsletter Ao assinar, você concorda em receber nossa newsletter com ofertas de desconto.

Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento – basta clicar no link em nossos e-mails ou remover a seleção nas suas configurações de conta. Ver nossa página de Termos & Condições para maiores informações.
Coloque este código no carrinho de compras para usar o desconto
Ah, só mais uma coisa...

Você receberá em um minuto um email de confirmação nosso. Por favor abra-o e clique no link para que possamos enviar para você mais informações sobre descontos. (Se não encontrar nada em sua caixa de entrada, melhor verificar também na pasta de lixo eletrônico só para ter certeza)